Portugal foi o maior expositor estrangeiro na 34ª edição da FILDA

À semelhança das edições passada, este ano Portugal foi o maior expositor da 34ª edição da Feira Internacional de Luanda (FILDA), que encerrou no final de semana, na Zona Económica Especial. A empresa de telefónia móvel “UNITEL” venceu o prémio “Grande Vencedor” da maior bolsa de negócios do país, onde concorreram mais de 300 participantes, entre nacionais e estrangeiros. Com um stand de 500 metros quadrados, a empresa procedeu a demonstrações dos seus mais variados serviços e tecnologias, com destaque para o segmento da música, como o “Unitel Estrelas ao Palco”, “Festa da Música e Kisom Som”, além de venda de ships e recargas.
O júri atribuíu ainda os prémios de melhor participação em “bebidas” à empresa Gin Kianda e o de “alimentação” à empresa Quinta dos Jugais. O prémio de melhor participação na “indústria nacional” foi arrebatado pela empresa Afriperfil, enquanto o de “produto nacional” coube à empresa Carnes Natura, da província da Huíla. A categoria de melhor participação de entidade e empresas públicas, o prémio foi entregue ao Instituto Nacional de Segurança Socia (INSS), no de melhor “utilidade pública o júri distinguiu a Administração Geral Tributária (AGT). A ENSA – Seguros de Angola ficou com o prémio Melhor Participação em Seguros.
As empresas Classiovo/Solmar, a Anglobal, Auto-Matriz e o Porto de Luanda receberam prémios na categoria de melhor participação em agricultura e pesca, energia e águas, máquinas e equipamentos, transporte e logística, respectivamente. O júri decidiu também atribuir o prémio de melhor participação em comunicação, tecnologia e televisão à ZAP, o de melhor qualidade e harmonia da utilização de marcas à empresa de telefónia móvel, Movicel. No que toca ao serviço da banca, o prémio ficou com o BAI, enquanto a Chevron ficou com o de melhor participação em petróleo e gás.

Fonte:

Portugal foi o maior expositor estrangeiro na 34ª edição da FILDA

Share
gestao